quarta-feira, 13 de outubro de 2021

PROFESSORA ELSA TEÓFILO KÖHLER DA CUNHA – 96 ANOS, BEM VIVIDOS!

Elsa Teófilo Köhler, filha única de Ricardo Köhler e Julia Theophilo Köhler, nasceu na terça-feira, 13/10/1925, em Manaus, capital do Amazonas.

Em 1942, concluiu o curso secundário no Colégio Dom Bosco, em Manaus/AM, dois anos depois, concluiu o Curso de Piano, na Escola Musical Ana Carolina, apresentando um recital de piano, no Teatro Amazonas. A Escola era reconhecida pelo Conservatório de Música Joaquim Nabuco, de Manaus/AM, tendo como professora a Sra. Aline Marçal de Carvalho Ferreira.

Casou-se em 27/05/1944, com Antenor Ferreira da Cunha, bancário e formado em Contabilidade, passando a assinar, Elsa Teófilo Köhler da Cunha. Ele exerceu o cargo de Subgerente e Gerente, no Banco da Amazônia, em várias cidades da Região Norte e Nordeste, inclusive, em Macapá, cidade que aprendeu a amar, e lá permaneceu até os seus últimos dias de vida.

Antenor e Elsa tiveram 7 filhos: Themis Köhler da Cunha Kuribayashi (Miss Amapá 1963), Pedro Ricardo Köhler da Cunha (in memorian), Thelma Köhler da Cunha, Celene Köhler da Cunha, Ava Köhler da Cunha Souza, Elizabeth Köhler Cunha de Toledo(Miss Amapá 1977) e Evanita Köhler da Cunha.

Em razão do cargo que seu marido ocupava, professora Elsa teve de residir em diversas cidades diferentes.

Em 1955, professora Elsa assume a Diretoria do Jardim da Infância Hipólito Corrêa, em Parintins/AM.

Em 15/02/1962, chega a Macapá, quando o Amapá, ainda era Território Federal.

Em 1963, é designada ao cargo de Diretora do Conservatório Amapaense de Música, pela então Diretora da Divisão de Educação, Prof. Aracy Miranda de Mont’Alverne, no governo de Terêncio Furtado de Mendonça Porto, quando exerceu, ao mesmo tempo, a função de Professora de Piano, devido à escassez e dificuldade de encontrar profissionais qualificados na época.

Ao longo dos anos, no cargo de direção, promoveu vários recitais de piano, realizados por alunas e professoras, com participação especial em número de canto lírico com sua belíssima voz. Mais tarde, foram sendo introduzidas apresentações de violão e coral.

Entre suas atuações, destaca-se sua participação na Comissão Julgadora no I Salão de Artes Plásticas do Amapá, em 1973 e no I Festival Juvenil da Canção Amapaense, em 1975; participou com número de canto na Festa Anual da Escola de Música Walkiria Lima, antigo Conservatório Amapaense de Música, em 1985.

Elsa Köhler, dirigiu o Conservatório Amapaense de Música, até 1980, e continuou como professora até sua aposentadoria, em 1985.

Em 1988, fica viúva, com o falecimento do senhor Antenor Ferreira da Cunha.

Em 1990, a Escola Walkiria Lima dedica seu recital de final de ano, exclusivo a ela e no ano seguinte (1991) coroa suas homenagens com a entrega de um documento oficial, destacando e agradecendo seu brilhante trabalho e colaboração aos anos dedicados àquela entidade.

Professora Elsa Teófilo Köhler da Cunha, um exemplo de força, coragem e determinação, continua firme, forte, com amorosa dedicação à sua família aumentada com mais 14 netos e 20 bisnetos.

Ao completar 96 anos de vida, prof. Elsa recebe os parabéns e o carinho de todos – familiares, colegas, amigos e conhecidos – pelo muito que fez pela difusão da cultura do Amapá.

O editor do Blog Porta-Retrato envia felicitações e um abraço forte à ilustre aniversariante, com votos de vida longa ao lado de todos que lhe são caros.

Fonte: Família Köhler da Cunha

Fotos: Arquivo pessoal

Nenhum comentário:

Postar um comentário