terça-feira, 12 de julho de 2016

Foto Memória de Macapá: Nos bons tempos da Fazendinha!

Na Fazendinha de outrora......tinha praia lotada, laser, diversão e muito papo molhado.
(Foto: Reprodução / Alcinéa Cavalcante)
Para ampliar, clique na foto
E mais... o sol tropical, a brisa do amazonas, gente bonita e a música envolvente de Aimorezinho e seu inseparável violão.
Clique na foto, para ampliá-la
Neste registro de 1969 vemos quatro beldades em volta de Aimorezinho, assim dispostas:
A partir da esquerda: Tânia; Ivanilde Souza; Aimorezinho; Eloisa Lobato Lopes, e ao lado dela uma irmã de Ivanilde, Alessandra Souza, filhas do saudoso radialista Agostinho Nogueira de Souza.
RESUMO HISTÓRICO - O sociólogo Fernando Canto, conta em seu blog canto da Amazônia, que o programa Macapá Verão começou em 1980, realizado pelo Departamento de Turismo, que àquela época era vinculado à Secretaria de Planejamento e Coordenação Geral. O governador do Amapá era Annibal Barcellos, o secretário da SEPLAN era o economista Antero Lopes e o primeiro diretor do DETUR era o técnico em turismo Flávio Zírpolli, um pernambucano muito competente.
Segundo Fernando, havia concursos de escultura na areia, miss Macapá Verão, e shows artísticos. As pessoas dançavam, uns faziam roda de samba, e ninguém reclamava do preço das comidas. Os professores do DEFER, órgão responsável pela programação esportiva e recreativa, faziam até concursos de canoagem com os caboclos ribeirinhos, enquanto o GRUCI (origem do Corpo de Bombeiros) disponibilizava salva-vidas para o local.
Mais tarde o arquiteto Chikahito Fujishima assumiu o lugar de Zírpolli no DETUR. Daí muita coisa foi tirada e acrescentada. E o Macapá Verão não parou mais de crescer. A Prefeitura Municipal de Macapá passou a realizar a programação e se instalou em algumas dezenas de balneários no interior do município: do Lontra da Pedreira à Vila Progresso no Bailique, do Maruanum a São Joaquim do Pacuí e Curiaú. Sem contar os diversos pontos da cidade como Araxá, Jandiá e Aturiá. As primeiras divulgações eram feitas através de spots transmitidos pela Rádio Difusora, cartaz em preto-e-branco e veiculação semanal no Jornal do Povo, onde trabalharam Valmir Botelho e Elson Martins, sob a batuta do jornalista Haroldo Franco. Fernando conclui informando que, em 2004, os banhistas de Fazendinha foram contemplados com show de artista nacional ao vivo (Nando Reis e Banda e artistas locais), transmitido pela TV Cultura. (Texto: Fernando Canto)
(Post repaginado em 12/jul/2016)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Foto Memória de Macapá: Pioneiros de Macapá

Trazemos para o Porta-Retrato foto compartilhada pelo amigo Luiz Pessoa, com imagens de um evento social e esportivo, no início dos anos...