segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Memórias do Carnaval Amapaense

As primeiras manifestações carnavalescas em Macapá, surgiram ao final dos anos 40 e primeira metade da década de 50.
Este registro mostra um casal de brincantes com uma garrafa gigante, homenageando o Flip Guaraná, o primeiro guaraná fabricado em Macapá, pelo grupo dos Irmãos Zagury.
Observem os rótulos do produto, colados na alegoria.
As imagens do vídeo abaixo foram registradas na década de 50 pelo empresário Isaac Zagury, um dos proprietários da firma que fabricava o FLIP GUARANÁ, e da Casa Leão do Norte. 
Por conter imagens raras, constitue-se num importante DOCUMENTÁRIO histórico do Carnaval da Macapá de outrora.
Assista:
video
Vídeo gentilmente cedido pela amiga Sarah Zagury, filha de Issac.
As imagens mostram a Escola de Samba em Macapá do bairro do laguinho, no final dos anos 50. Apresentação em frente à casa da família Zagury onde hoje é a praça Zagury. Destaque para a alegoria de uma garrafa do FLIP GUARANÁ em tamanho ampliado. Participam da escola diversos funcionários da empresa fabricante do guaraná Flip, dos irmãos Isaac e Moyses Zagury. Isaac aparece no final deste vídeo.
Inicialmente apareceram os blocos de sujo.
Em 02 de janeiro de 1954 nasceu o "Bandoleiros da Orgia",  que percorria os bairros do Laguinho, Favela e Bairro Alto. Seus idealizadores foram Mestre Bené (primeiro presidente), Francisco Lino, Falconeri, Cabecinha, Joaquim Ramos, Ubiraci Picanço, Martinho Ramos e Geraldo Lino, entre outros. O bloco foi o embrião  da Academia – depois Universidade – de Samba Boêmios do Laguinho.
Bloco Tricolores da Folia, rebatizado de “Só Falta Você”, comandado por Vagalume, serviu de embrião do Grêmio Recreativo Escola de Samba Maracatu da Favela, na residência da Sra. Gertrudes Saturnino, a célebre “Tia Gertrudes”.
Também participaram desse momento histórico figuras como Pinheirense, Luzia Domingas, Mané de Souza, Biló, Raimunda Mendes, Zeca Serra (primeiro presidente), Heitor Picanço, Maria Sambista, entre outros.
As duas agremiações construíram uma das rivalidades mais acirradas da cena carnavalesca daqueles tempos.
Fotos reproduzidas do DVD sobre "Batalhas de Confete".
 Fonte:  Raízes: a história do Carnaval no Amapá – (Amapadigital.net)

Nenhum comentário:

Postar um comentário