quarta-feira, 22 de abril de 2015

Memória da Cidade de Macapá: Prédio da antiga Superintendência de Abastecimento do TFA - SATFA

O prédio da foto - erguido em 1944 pelo Governo Janary Nunes - ficava com sua frente para a Av. Beira Rio, atual Binga Uchôa, entre Presidente Vargas e Coriolano Jucá, em frente à cidade de Macapá.
Eu lembro que, inicialmente, esse prédio serviu de sede para a Superintendência de Abastecimento do Território Federal do Amapá - SATFA.
Ao final do anos 60 – no governo do General Ivanhoé Gonçalves Martins – foi construída uma outra frente para a Rua Cândido Mendes, e feita uma grande reforma no barracão construído nos anos 40.
Depois disso – se não me falha a memória – funcionou lá também a COAP que depois virou COFAP e finalmente a SUNAB, até a mudança para a esquina da Av. Ernestino Borges com a Rua São José.
Salvo engano, também funcionou por lá a Cruz Vermelha do Amapá.
Com a instalação do Estado do Amapá, em 1988, os prédios do ex-Território, passaram para o patrimônio do Estado; e esse prédio, especificamente,  funcionou como sede da CEME – Central Estadual de Medicamentos, e depósito da merenda escolar; sendo depois  desativado, fechado, ficando o local abandonado em ruínas, por longos anos.
Quem souber de mais detalhes, por favor, pode nos informar pelo e-mail jolasil@gmail.com ou deixar comentários.
Em 2014, a administração anterior, chegou a anunciar, que pretendia construir no local, a Praça Paço do Fórum, em Macapá.
Mas, até o momento, nada foi feito lá.
Um projeto elaborado pela Agência de Desenvolvimento do Amapá prevê a construção de um corredor verde. 
Veja na imagem abaixo:
Em uma área urbanizada com paisagismo e jardins, os usuários terão acesso gratuito à internet, e poderão fazer um lanhe ou tomar um café, contemplando a vista do Rio Amazonas, na moderna lanchonete coberta.
O local servirá ainda para a realização de feiras culturais, pequenas exposições e atividades de grupos de idosos.
Os recursos serão provenientes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.
(Post repaginado em 2015)

Um comentário:

  1. Édi Prado - Bem legal as imagens. O projeto do governo Camilo previa a construção de um Paço que abria um corredor para valorizar o espaço em ruínas e eliminar este local que serve como abrigo de marginais e para estupros. É uma pena que as obras de governo não têm continuidade. Um projeto tão belo, certamente que traz dividendos políticos para quem constrói. A população será a grande beneficiada, além de criar mais um espaço para desfrutar o vento do Amazonas, o visitante teria todo um histórico deste lugar e os órgãos que abrigou e agora abandonado, bem ao lado do imponente Antigo Fórum, hoje sede da OAB/Ap. Parabéns, João Lázaro Silva.

    ResponderExcluir