sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Especial; Amiraldo Bezerra lança hoje ... "Pétalas sobre Macapá"

Será lançada nesta sexta-feira,3, a nova obra de Amiraldo Bezerra.
O livro é inteiramente dedicado à sua querida e inesquecível cidade de Macapá, que neste 4 de fevereiro de 2012, completa 254 anos de fundação.
(Foto: Reprodução)
”Pétalas sobre Macapá” foi a forma lírica e singela que o autor encontrou para homenagear o lugar onde nasceu e viveu fases muito importantes de sua vida.
Amiraldo faz algumas referências, na viagem poética que realiza, à pessoas e fatos lá acontecidos. Grandes e destacadas figuras, amapaenses ou imigrantes, que construíram a verdadeira história de Macapá.
Destaca ainda, alguns queridos seus, por possuir acesso à informações e por ter uma recordação mais viva, devido ao constante relacionamento com seus familiares.
Palavra do Editor
O editor Assis Almeida, destaca em seu Prefácio, que “ao escrever “Pétalas sobre Macapá”, Amiraldo Pereira Bezerra se reporta a dois passados que se encontram nos versos livres dos poemas que compõem sua obra.”
"Por ter vivido de forma plena os momentos de cada etapa de sua vida, ao escrever “Pétalas sobre Macapá”, o autor refaz os caminhos até chegar a sua infância, na então bem jovem Macapá. Como se um portal se abrisse é possível contemplar por uma estreita fresta o menino Amiraldo ao lado dos oito irmãos.”
“O passado afetivo visita o passado cronológico. E é essa tônica que perpassa os poemas. É a afetividade que conduz as palavras, mas é a coerência que descreve os fatos.”
“Nesse passado nos deparamos com pessoas que bem parecem personagens da literatura universal: os Zagury, vindos do Oriente. Fizeram história, prosperaram e deram notoriedade a Macapá.”
“Macapá, que espelha a caridade pelo testemunho de vida de Marcelo Candia, que seguindo os passos do Messias, largou projetos, abriu mão de sua fortuna para olhar e cuidar dos esquecidos, dos excluídos, dos leprosos.”
Ao concluir ele lembra:  “as pétalas que Amiraldo joga sobre Macapá são de saudade, mas também de alegria pela farta colheita! A literatura mais uma vez cumpre o seu papel: reproduz com fidelidade a tessitura da vida plena ...”
________________________________

A cerimônia de lançamento da Edição Especial aos 254 anos de fundação da cidade de Macapá, estará acontecendo hoje (3), no Espaço Cultural Raízes do Amapá (Ceará da cuíca), às 20h30min (hora local),na capital do Amapá, numa concorrida noite de autógrafos na presença de convidados especiais.

Um comentário:

  1. É minha cidade querida também. Parabéns ao poeta. Bravo.

    ResponderExcluir