domingo, 9 de setembro de 2012

Morre, aos 72 anos, o ex-prefeito de Macapá: Domício Campos de Magalhães


Faleceu em Macapá, na madrugada deste domingo (9), em decorrência de problemas cardíacos, o pioneiro  Domício Campos de Magalhães.
(Foto: Reprodução de livro)
Ele foi prefeito de Macapá de 1978 a 1980, secretário de administração do Território Federal do Amapá e se aposentou como servidor público federal. Nossas condolências à esposa Guiomar Ferreira de Magalhães e aos filhos  Domício, Dorismar, Denilson, Delcio, Doris e demais familiares. (Fonte: Governo do Amapá)
Biografia: DOMÍCIO CAMPOS DE MAGALHÃES - Nasceu no dia 8 de junho de 1940, no arquipélago do Bailique - Franquinho - Macapá, filho de Genésio da Cruz Magalhães e D. Benvinda Campos de Magalhães. Fez o curso primário no Grupo Escolar Barão do Rio Branco, o segundo grau no Colégio Comercial do Amapá, antigo CCA e, posteriormente, ingressou na Universidade Federal do Pará, cursando Ciências Econômicas. Começou a trabalhar na condição de diarista na Olaria Territorial, no período de 10 de junho de 1952 até 18 de setembro de 1962, quando passou para o Quadro Efetivo na função de Ferreiro, exercendo atividades na oficina da caixa-d'água, na antiga Divisão de Obras; no período de 4 de março de 1964 até 27 de novembro de 1968, permaneceu no Serviço de Água e Esgoto de Macapá, na Chefia dos serviços de contabilidade; participou do grupo que organizou a prestação de contas do governo do Amapá, exercício de 1968; assumiu a Cheira da Seção de Contabilidade e Tesouraria do Serviço de Administração Geral-SAG, no período de 11 de março de 1969 a de julho de 1972; nomeado para o cargo de Chefe da Divisão de Finanças do SAG em 2 de julho de 1972; coordenou a Comissão de Trabalho que reestruturou o sistema de controle de execução financeira nas Secretarias do governo; participou de diversas comissões importantes para modernizar os sistemas financeiro, contábil e administrativo do governo do Amapá; substituiu o Secretário de Administração e Finanças durante seu impedimento, através da Portaria 0734/74-GAB; designado para exercer, cumulativamente, o cargo de representante do governo do Amapá em Belém do Pará; substituiu o Secretário de Finanças, designado pelas portarias 0535/75-GAB e 0854/75-GAB; exerceu cumulativamente o cargo de Governador do Território, em várias ocasiões; exerceu o cargo de Prefeito Municipal de Macapá, no período de 20 de novembro de 1978 a 20 de agosto de 1980, nomeado pelo Decreto 0448/78 do governo do Amapá, destacando-se na execução do projeto de coleta de lixo domiciliar, introduzindo melhorias na equipe de garis; no projeto de arborização da cidade de Macapá com o plantio de 11.000 pés de árvores em 1979; na área do esporte, aumentando a participação das localidades nos jogos interdistritais, passando de 12 para 36 no 1º ano e 62 no segundo, e conseguindo que a sua comunidade do Bailique ficasse em 3.° lugar no ano de 1980; nomeado Representante do Governo em Belém-PA; Chefe da Coordenadoria Setorial de Planejamento da Secretaria de Obras: Secretário de Administração em 01 de abril de 1986; Diretor do Departamento de Indústria e Comércio; designado para a Secretaria Estadual de Terras do Amapá - COTERRA, substituiu o coordenador por cinco períodos e chefiou outros setores; -assumiu a Chefia da Coordenadoria de Colonização e Povoamento do Instituto de Terras do Amapá - TERRAP e Chefe da referida coordenadoria; Chefe do Departamento de Previdência do Estado do Amapá - IPEAP; Chefe da divisão de Administração Geral do Instituto de Previdência e Assistência Social do Município de Macapá - IPAMA e, posteriormente, Presidente; Domício participou de eventos importantes no Ministério do Interior, nas Representações do Rio de Janeiro, Belém e Brasília, participando de reuniões de trabalho, recebendo instruções sobre mudanças de sistemas para os problemas do Amapá. Possui no vastíssirno currículo, portarias e decretos de elogio pelo desempenho de cargos importantes. Casado com D. Guiomar Ferreira de Magalhães desde o dia 31.12.60, e dessa união nasceram os filhos: Dorismar; psicóloga; Domício Jr.,universitário; Délcio, administrador de empresas; Denilson, terapeuta ocupacional e Dorisnei, arquiteta. Ardoroso fã de futebol, foi um incentivador dessa prática de esporte quando Prefeito de Macapá. Era um "expert" no jogo de dominó, tendo conquistado diversas medalhas de campeão. Domício, um dos pioneiros aposentados, participou da Diretoria da Associação dos Aposentados e Pensionistas do Amapá. (Fonte: Personagens Ilustres do Amapá Vol. 2 - livro de Coaracy Barbosa - 1998)

Domício Campos de Magalhães faleceu na madrugada do dia 9 de setembro de 2012, em decorrência de problemas cardíacos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário