domingo, 29 de novembro de 2015

FALECIMENTO: Morre em Macapá, aos 79 anos, o Prof. Edésio Lobato de Souza.

O falecimento do ilustre mestre de muitas gerações, ocorreu nesse sábado, 28 de novembro de 2015, por volta das 07h30m, no Hospital São Camilo e São Luis.
O corpo de Edésio foi velado na funerária Center Pax, na Av. Mendonça Furtado, próximo ao São Camilo. 
O sepultamento foi neste domingo, às 11h, no cemitério de Nossa Senhora da Conceição, centro.
O pioneiro, desportista, carnavalesco e professor EDÉSIO LOBATO DE SOUZA, nasceu em Icoaracy-PA, em 24 de outubro de 1936, filho de Eduardo Furtado de Souza e dona Cacilda Lobato de Souza.  Foi para Macapá, com sua família, em julho de 1946, aos dez anos. Morou inicialmente, na Rua São José, no sobrado da casa do comerciante e político Binga Uchoa, também já falecido, perto da Avenida Padre Júlio.
Estudou nas principais instituições educacionais de Macapá, e concluiu o antigo primário no Grupo Escolar Alexandre Vaz Tavares, onde iniciou as peladas de futebol na quadra do educandário, a partir de 1948.
Em 1950, aos 14 anos, inicia de fato sua carreira no futebol amapaense, participando da equipe amadora do Trem Desportivo Clube, fazendo parte da equipe de aspirantes e juvenis.
Depois disso, passa a atuar em apenas, um Clube, que foi o Esporte Clube Macapá. Começou a jogar em 1954 e permaneceu até 1970.
Ainda neste Clube, ele foi técnico, diretor de esporte, presidente e secretario do conselho deliberativo.
Em 1960, ganha uma bolsa de estudos do governador José Francisco de Moura Cavalcante, para estudar para o Vestibular de geologia em Recife-PE. Lá, na condição de funcionário público federal licenciado, passa a assistir aos treinos do Sport Club Recife, se tornando depois integrante do time pernambucano. Mas, em 1964, a ditadura militar fechou a faculdade de Geologia do Recife por considerá-la “foco de comunistas” e assim Edésio volta para Macapá e, nesse mesmo ano, em  31 de dezembro, casa-se com Maria Eunice Viana, com quem teve cinco filhos: Edésio Junior, Edenice, Edilene, Élida e Euciane.
Fez o curso da CADES, uma espécie de embrião dos cursos de Licenciatura em Macapá, e depois o Polivalente, conseguindo Licenciatura Plena em Matemática, matéria que lecionou, por décadas, no Colégio Amapaense e no extinto Instituto de Educação do Amapá (IETA).
Por longas décadas, o professor Edésio, como passou a ser conhecido, esteve envolvido no futebol. Edésio atuou por vários anos na Seleção Amapaense de Futebol, jogou como amador no time Payssandu, de Belém do Pará, e no Esporte Clube de Recife – em ambas as agremiações ele atuou com contrato de gaveta, pois na época já era funcionário federal.
Fontes: Edgar Rodrigues; Jornal Tribuna Amapaense e Instituto Memorial Amapá
Referência: GARCIA, Leonai, BOLA DE SERINGA, 2009-págs. 101-103.
Fotografias: Tribuna Amapaense e arquivo do Porta-Retrato
(Última atualização às 21h)

Nenhum comentário:

Postar um comentário