segunda-feira, 10 de abril de 2017

Foto Memória de Macapá: Primeiras Bandas de Música de Macapá

Um outro artigo do historiador Nilson Montoril, sobre as Primeiras Bandas de Música, da cidade de Macapá-AP.
“A partir da segunda metade do século XIX, as bandas de música despontaram como principal atração das cidades do interior do Brasil. A vinda da Corte Portuguesa contribuiu sobremaneira para a formação de conjuntos denominados Liras, Euterpe e Filarmônica, que executavam partituras alegres como mazurcas, schottisch (xótis ou xote) e valsas aceleradas. Posteriormente os chorinhos, maxixes, dobrados, marchas, rumbas, tangos e mambos, foram incorporados aos repertórios.







A primeira banda de música de Macapá foi criada pelo Padre Júlio Maria Lombaerd, em 1913. Era composta por 29 músicos, sendo 28 meninos e o próprio sacerdote, que tocava saxofone. O nome da banda era "Filarmônica São José" e as crianças aprenderam a tocar instrumentos com o famoso vigário.







Com o advento do Território Federal do Amapá, três bandas se destacaram na cidade:
A primeira a surgir foi a Euterpe Jazz, regida por Oscar Santos, depois surgiu a "Sacys do Ritmo", comandada por Messias do Espírito Santo.
A mais conhecida da era territorial foi a Banda de Música da Guarda Territorial, rotulada como Furiosa. 
Não pensem que o título era depreciativo. As bandas de então assim eram chamadas de um modo geral, embora também vigorasse o título de Serafinas. Eram ditas serafinas as que sempre participavam de procissões, missas, enterros e festividades religiosas. 
Na década de 1960, Oscar Santos fundou uma banda de música congregando alunos da (antiga) Escola Industrial de Macapá, que ficou famosa como "Bonecos de Anil" do Ginásio de Macapá.”(Nilson Montoril)
Fonte: Facebook
Fotos: Reproduções de Arquivo
(Última atualização ás 20h)

Nenhum comentário:

Postar um comentário