sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Do fundo do baú !

Amigo jornalista amapaense, João Silva, nos manda, via e-mail, uma das relíquias de seu baú histórico.
Ele explica a legenda: “foto que data de 1954, tirada no Campinho da Matriz; trata-se do Clube do Remo, time que disputava o campeonato interno da Casa dos Padres, mas além dos "craques", há detalhes que não podemos deixar passar em branco, detalhes que fizeram parte do cenário em que vivemos nossa infância feliz, como os táxis rabo de peixe, a casa do Curupira, um dos prédios da Prelazia, a mangueira da frente do João Assis (Elite Bar) e, olhando com boa vontade, ainda é possível enxergar no canto direito da foto parte da Igreja Assembleia de Deus, creio, récem-inaugurado.”
A formação do Remo era a seguinte: Faustino, (que jogou no Juventus, CEA, Clube do Remo de Belém do Pará e Nacional do Amazonas), Lelé (um dos melhores meia-atacantes que vi jogar no futebol amapaense), J. Ney, Enildo, Jarbas e Zé Marques (Curupira), que estava machucado e não pode jogar; agachados: Rubico, Estandico, Expedito, João Silva (Balalão), Zé Lima e Beto. O garoto de braços cruzados, por trás da formação do Reminho, é o agrônomo Rosival Albuquerque, querido “Salário Mínimo”  (João Silva).

Nota do Blog: O jornalista João Silva entra para o mundo da Blogosfera e lança seu blog que pode ser lido no seguinte endereço: www.joaosilvaap.wordpress.com. Seja bem-vindo! Acessem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário