sexta-feira, 15 de novembro de 2013

"Seu" Joaquim - artesão de caixa de Marabaixo

        O pioneiro Joaquim Teófilo de Souza, mais conhecido como Sussuarana, nasceu em Macapá dia 12 de junho  de 1918
Quando jovem foi jogador de futebol lá mesmo na cidade, era habilidoso  e tinha muita velocidade.
Através de seu artesanato, contribuiu com varias localidades como: Igarapé do Lago, Casa Grande, Campina Grande, com objetivos de efetivarem seus eventos culturais.
Seu Joaquim era quem confeccionava os instrumentos do Marabaixo e do Batuque; suas habilidades tiveram influências herdadas de seus pais, como é o caso dos tambores que os próprios brincantes colocaram o nome de macaco, instrumento do Batuque, Caixa de Marabaixo,  que,  com o tempo, sofreram varias modificações,  além de pandeiros e outros instrumentos.
Suas produções podem ser vistas até hoje, em outros Estados da Federação.

"Seu" Joaquim Teófilo de Souza, faleceu no dia 8 de fevereiro de 2011.
Fonte: Foto e informações do amigo Cosme Esperidião, via e-mail, especial para o Porta-Retrato.
Saiba como são feitos: 
Os instrumentos membranofones que ajudam no som são fabricados de forma interessante, são produzidos artesanalmente por alguns habitantes, que utilizam peles de animais silvestres, como as do veado e os troncos de árvores caídos encontrados na floresta. 
Dentre esses objetos estão:
1 - O amassador;
2 - O repinicador;
3 - A caixa de marabaixo;
4 - A taboca ou pau-de-chuva;
5 - E os cassetes.
O processo de fabricação desses instrumentos, é feito com o auxílio de ferramentas manuais, que ajudam o artesão a esculpir o tronco de uma árvore, até que este fique oco. Depois disso, a madeira é lixada e preparada para receber a pele animal para, posteriormente, ser utilizada.
Processo de fabricação de caixa de percussão
Fonte: Texto e fotos (Reproduções) TheGreenClub

Um comentário:

  1. O JOAQUIM 'SUSSUARANA' FOI PAI DO SASSUCA OU SAÇUCA( UM CRAQUE DE FUTEBOL SÓ RIVALIZANDO NO LAGUINHO COM O SACACA E O JOCA.) MORANDO ALI PROXIMO A SEDE ESCOTEIRA NA AV. ERNESTINO BORGES PAI DE MUITOS FILHOS QUE NOS IMPRESSIONAVA VINDO DO PACOVAL DE TARDINHA SEMPRE COM UMA CAÇA NA MÃO E A ESPINGARDA DE CARREGAR PELA BOCA ATRAVESSADA AO PEITO PRESA POR UM CORDEL E AS CALÇAS ARREGAÇADAS E AS PERNAS 'TUIRRAS' DA LAMA DO LAGO DO PACOVAL. QUE FALTA FEZ UMA KODAK.
    LJORGE.

    ResponderExcluir